Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2013

Malhas Portuguesas

Estou apaixonada por este livro...
Chegou ontem e já li quase quase tudo...

 Podem encontrar e encomendar na Retrosaria da Rosa Pomar.
Mas as surpresas não ficam por aqui... Na sexta feira passada foi ao Porto tomar café com uma amiga, aproveitar para pôr a conversa em dia e visitar algumas lojas. Enquanto relembrava alguns objectos dos tempos de menina na loja A Vida Portuguesa encontro os fios Beiroa, também da Rosa Pomar e não resisti em comprar estas três meadas com o intuito de experimentar num modelo que tem no livro Malhas Portuguesas.


O livro é fantástico, explica de uma forma muito simples a forma de tricotar á Portuguesa e da história do tricot em Portugal. As ilustrações são maravilhosas, muito fáceis de seguir e de compreender, algo que eu, em outros livros não conseguia perceber pois tornavam-se confusas mas com as ilustrações da Rita Cordeiro até alguém menos experiente consegue perceber e executar as diferentes técnicas do tricot. Deixo-vos com esta sugestão e desejo-vo…

Dúvidas......

Bom dia a todos, hoje quero tentar responder a algumas duvidas que têm surgido aqui no meu blogue e também a "supostas" encomendas que anónimos e não anónimos fazem. A primeira questão impõe-se em relação às encomendas, isto porque ultimamente tenho recebido muitos pedidos estranhos de pessoas a pedirem encomendas de "x, y ou z" conjuntos, camisolas, gorros, etc etc... mas cometem um erro horrível. E qual é esse erro? Por exemplo, não tenho problemas nenhuns em vos dizer o que me pedem pois não tenho nada a esconder, mas o que me impede de fazer/trabalhar naquilo que me pedem é o seguinte, a maior parte destas pessoas pedem-me para fazer cópias de trabalhos originais, de outros artesãos/designers que sendo conhecidos ou não conhecidos, eu não vou fazer semelhante, até porque sei o que custa a estas pessoas, artesãos/designers, manter o seu trabalho e que muitas vezes não são respeitados, e fazem cópias estúpidas do seu "ganha pão", sem qualquer tipo de r…